DELEGADO REVELA DETALHES DA INVESTIGAÇÃO DA MULHER QUE FOI ESQUARTEJADA E ENTERRADA EM COVA RASA EM DELMIRO GOUVEIA/AL (GN - POLÍCIA)



Fotos: Ítalo Timóteo


O delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti concedeu uma entrevista nesta terça-feira, 6, ao italotimoteo.com.br e revelou detalhes das investigações do caso Maria Flávia Campos, 42 anos, mais conhecida como ‘Babalú’, que foi assassinada, esquartejada e depois enterrada em uma cova rasa em um matagal próximo do Campo de Aviação, no Conjunto Habitacional Sônia Coco, mais conhecido como 369 Casas em Delmiro Gouveia no Sertão de Alagoas. 


Segundo o delegado, ‘Babalu’ e os quatros envolvidos identificado como: Domingos, Marcole, Bode e Fábio estavam consumindo bebida alcoólica na quinta-feira, 1, e no final da tarde houve um desentendimento depois que o aparelho celular de um dos acusados desapareceu. Uma outra pessoa que também estava com o grupo e teve seu nome preservado por estar colaborando com as investigações, acabou revelando que teria visto o aparelho em posse de ‘Babalu’. 

Como a mulher havia dormido com o ‘Bode’, que já é reincidente na prática de homicídio, resolveu permanecer curtindo a sexta-feira da paixão. Foi quando os outros envolvidos chegaram e iniciaram as agressões. 

“Uma testemunha revelou que ela foi torturada e depois mataram ela dentro de uma casa nas 369 Casas, insatisfeitos os criminosos levaram o corpo até o matagal onde tentaram queimar e como não conseguiram resolveram enterrar para que a morte da mulher não fosse descoberta.” Frisou o delegado. 

Buscas foram realizadas na residência onde supostamente ela foi assassinada, mas nenhum vestígio de sangue ou de algo parecido foi encontrado. 

A polícia agora trabalha para localizar os suspeitos e prendê-los pelo crime cometido.

QUEM SÃO OS ACUSADOS - Com exclusividade o portal italotimoteo.com.br teve acesso aos investigados, através de uma testemunha ocular que tem ajudado nas investigações. Três dos quatro envolvidos tem passagem pela polícia e estão sendo procurados. Tratam-se de Domingos, Marcole, Bode e Fábio, esse último não tem imagem do rosto, mas é um rapaz branco forte e mede cerca de 1,75cm. 

Por não ter o nome completo a polícia ainda não sabe se Domingos tem passagens. Já o Fábio, Marcole e Bode são reincidentes, inclusive o último é um dos envolvidos na morte de um vigilante da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF) em Piranhas, fato esse que vitimou Sebastião Marcondes Dias Lima, 53 anos, no dia 3 de fevereiro de 2017. 

Entenda mais do caso AQUI.

Site Ítalo Timóteo

 

Nenhum comentário: